PUBLICIDADE

Corinthians 0 x 0 Grêmio: Cautela de mais em Itaquera

Corinthians Grêmio

Na Arena Corinthians, muita cautela para um duelo que não teria outro resultado a não ser 0 a 0. Corinthians e Grêmio praticamente não fizeram os goleiros trabalharem. Foram 18 chutes totais, sendo 10 alvinegros e oito gremistas. E um ritmo muito cadenciado do início ao fim. 

Igualdade. Essa palavra resume muito bem o que se passou na Arena corintiana nesta noite. A preocupação total e irrestrita dos times na ZL paulistana era a de marcar muito forte e, se possível, encontrar a bola que decidiria o placar.

Como foi na falta preciosa cobrada por Luan, titular pela segunda vez no Brasileirão, no poste. O camisa 7 jogou como meia articulador do 4-2-3-1 Tricolor e fez um jogo discreto. Por jogar numa faixa de campo bastante poluída. Repleta de jogadores.

O Corinthians marcava forte. Não permitia a criação das jogadas por dentro nem pelos lados, especialmente o esquerdo, por onde Everton Cebolinha atacava. Aliás, o camisa 11 gremista esteve envolvido no lance no qual foi marcado pênalti e, depois, com o VAR, desmarcado. A bola bateu no braço de Fágner, simples assim.

E o alvinegro era mais agudo na transição. Chegava rápido à frente. Como foi com Clayson, no único lance perigoso da primeira parte em que Boselli cabeceou para defesa de Paulo Victor. Como seria com Love, duas vezes, no primeiro minuto dele em campo, no 2º tempo.

No mais, muita marcação. Pouca bola. Menos ainda oportunidades de gol.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© PRORROGAÇÃO 2019 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS