PUBLICIDADE

Ceará 1 x 2 Atlético Mineiro: Marca inédita do Galo, com gol nos acréscimos

América Mineiro Ceará

O gol de Jair, nos acréscimos, garantiu a vitória do Atlético Mineiro sobre o Ceará, na Arena Castelão. Na adversidade de um gramado pesado, na capital cearense, o Galo conquistou sua terceira vitória seguida nos três primeiros jogos do BR-19, marca inédita na história dos pontos corridos. 

Placar conquistado pela insistência mesmo em um segundo tempo que não foi tão interessante quanto o primeiro. Pelo desgaste físico de tamanha intensidade aplicada pelas equipes.

O Ceará veio de uma boa partida, em Belo Horizonte, quando atacou bastante o Cruzeiro e só não venceu porque Fábio não deixou. O lado direito se mostrou bastante forte, com o apoio sempre bem feito por Samuel Xavier.

Em uma jogada dele pela direita, o passe para o cabeceio de Ricardo Bueno. O desvio no meio do caminho tirou Victor totalmente do lance e abriu o placar.

A vantagem durou dois minutos. Talvez um pouco menos. Mérito da tabela entre Geuvânio e Guga, autor do passe que Nathan aproveitou, após furada de Ricardo Oliveira, para bater no alto. A bola ainda raspou a trave antes de balançar a rede. E parear a disputa.

Porque o Galo foi mais efetivo ao tirar Samuel Xavier de seu melhor lado: o ofensivo. E encorpou melhor o centro do campo, com Nathan fechando pela esquerda ao lado de Elias, no 4-1-4-1 que deu um sentido de equipe ao Atlético, nas mãos de Rodrigo Santana.

O gramado do Castelão não estava dos melhores. O que ajudou a desgastar as equipes e equilibrar ainda mais as coisas no segundo tempo. Ricardo Bueno e Ricardo Oliveira viram seus gols marcados serem anulados por impedimento.

E no lance derradeiro do duelo, em um corner despretensioso, Jair subiu bonito para cumprimentar Diogo Silva. A bola ainda raspou o poste antes de entrar.

Vitória do Galo para confirmar o melhor início de Brasileirão desde 1980. Quando o Atlético venceu cinco partidas consecutivas, mas terminou vice. Ou, para se inspirar, nas oito vitórias seguidas do melhor começo de nacional da história do time atleticano, em 1977 – que também terminou em vice.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© PRORROGAÇÃO 2019 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS