PUBLICIDADE

Cruzeiro 1 x 0 Ceará: Três pontos garantidos por Fábio

Ceará Cruzeiro

Thiago Neves foi o autor do gol da vitória do Cruzeiro sobre o Ceará, no Mineirão, por 1 a 0. Mas o grande nome do jogo atende por Fábio, dono de quatro enormes defesas, honrando o Dia do Trabalho, em Belo Horizonte.

O jogo não foi dos mais fáceis para a Raposa, que já vinha de um desempenho ruim contra o Flamengo no Maraca. Também por isso a entrada de Thiago Neves para ser o articulador no 4-2-3-1.

Mas a confiança do Ceará, depois de ter goleado o CSA no primeiro jogo do BR-19, foi relfetida na organização e na atuação. Um time bem armado na defesa, cedendo pouco e nenhum espaço para infiltração dos atacantes adversários, e consciente com as oportunidades que criava.

Chegou três vezes no primeiro tempo. O suficiente para fazer de Fábio um dos principais nomes da partida.

Com ajuda do VAR, Vágner Reway viu pênalti em chute de Carleto, bloqueado com o braço por Lucas Romero. Penalidade cobrada de forma pífia por Ricardo Bueno. Defendida por Fábio, o nome do jogo.

Porque minutos depois, o camisa 1 cruzeirense também parou uma finalização perigosa de Leandro Carvalho. Na continuação do lance, Chico marcou – em impedimento.

O arqueiro segurou o 0 a 0. E permitiu a Mano Menezes ajustar melhor o time. Com a velocidade de David pela banda esquerda e o entendimento com Robinho. Em uma tabela entre eles, surgiu a jogada em que Thiago Neves desencantou na temporada. Primeiro gol do camisa 10 no ano.

O Ceará não esmoreceu. Foi para cima, com Ricardo Bueno sendo acionado e parando de novo em Fábio, em um cabeceio à queima-roupa. O gigante arqueiro da Raposa ainda parou uma bola cara a cara com Bergson, após cabeceio de Roger, no poste.

Fábio segurou tudo na defesa. Garantiu a primeira vitória da Raposa no BR-19.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© PRORROGAÇÃO 2019 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS