PUBLICIDADE

Liberado pelo São Paulo, Nenê faz exigência ao Fortaleza

São Paulo

 

 

Três anos de contrato. Essa é uma das exigências feitas por Nenê para se tornar jogador do Fortaleza. O São Paulo, dono de seus direitos econômicos até dezembro, já o liberou para assinar com o clube cearense. Detalhe: sem qualquer custo.

“A verdade é que as conversas esfriaram. Fomos com muita vontade algum tempo atrás, mas o Nenê insiste em três anos de contrato”, revela um dos envolvidos nas negociações pelo lado do Fortaleza.

A ideia do São Paulo é se livrar o mais rápido possível dos salários, de R$ 350 mil por mês, pagos a Nenê – o meia está fora dos planos de Cuca para o Campeonato Brasileiro.

O impasse com Fortaleza é financeiro. Nenê gostaria de continuar ganhando os mesmos vencimentos, mas já foi informado de que a equipe de Rogério Ceni não consegue alcançar os R$ 350 mil/mês. Uma das alternativas seria oferecer um contrato mais longo, garantindo assim estabilidade ao jogador de 37 anos de idade.

Nenê só aceita uma redução salarial se tiver três anos de contrato, uma mais do que eu Fortaleza se dispõe a oferecer.

Rogério Ceni é um dos entusiastas da ideia de contratar o são-paulino. O treinador entende que Nenê teria papel fundamental na construção das jogadas e na bola parada de seu time ao longo do Brasileirão, que começa no domingo para o Fortaleza, diante do Palmeiras, no Allianz Parque.

A possibilidade de Rogério Ceni se mudar para o Atlético-MG nos últimos dias, inclusive, atrapalhou as tratativas entre Nenê e Fortaleza. Existia a preocupação de que Ceni fosse embora e um eventual substituto não aprovasse o nome do veterano. Mas Ceni anunciou nesta quarta-feira que permanecerá na capital cearense e cumprirá seu contrato até dezembro.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© PRORROGAÇÃO 2019 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS