PUBLICIDADE

Final de 2003 teve provocação de Gil e Kaká “pipoqueiro”; relembre

Corinthians São Paulo

 

 

Um dos mais tradicionais clássicos do futebol brasileiro, o Majestoso volta a decidir o Campeonato Paulista após 16 anos. Em 2003, num duelo repleto de craques e rivalidade, o Corinthians de Geninho levou a melhor sobre o São Paulo então comandado por Oswaldo de Oliveira na última vez em que os rivais se enfrentaram na final da competição.

Como haviam feito campanhas idênticas até a decisão, São Paulo e Corinthians reivindicavam o direito de jogar por dois resultados iguais pelo título. Para acabar com quaisquer dúvidas, o Timão tratou de vencer o Tricolor por dois placares idênticos no Morumbi: 3 a 2.

No jogo de ida, o ex-volante Rogério abriu o placar para o Corinthians, de pênalti. Aproveitando grande passe de Ricardinho, Luis Fabiano deixou tudo igual ainda no primeiro tempo. Na etapa final, Fábio Luciano fez de cabeça e recolocou o Timão em vantagem. Que durou pouco, pois Reinaldo empatou novamente para o Tricolor.

Nos minutos finais, porém, Gil chutou forte de canhota e acertou o ângulo de Rogério Ceni para sacramentar o triunfo alvinegro. Carrasco do Tricolor, o atacante deixaria o clima ainda mais tenso para o jogo de volta ao afirmar que a zaga são-paulina era lenta.

De pênalti, Rogério abriu o placar para o Corinthians no jogo de ida – Foto Marcelo Ferrelli / Gazeta Press

foto: Djalma Vassao/Gazeta Press. 22/03/2003. 00923-03. Final do Campeonato Paulista 2003. Sao Paulo x Corinthians. Estadio do Morumbi. Sao Paulo-SP. Brasil. Liedson faz o primeiro gol

Luis Fabiano recebeu assistência de Ricardinho para empatar – Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press

Defendendo a vantagem no reencontro, o Corinthians abriu 2 a 0 no primeiro tempo, com gols de Liedson e Jorge Wagner. Na volta do intervalo, o São Paulo reagiu e buscou o empate com Fabuloso e Fabiano. Só que Jorge Wagner tratou de acabar com qualquer esperança do rival ao marcar o seu segundo gol na partida, garantindo o 25º título estadual ao clube do Parque São Jorge.

As derrotas repercutiram mal no Morumbi. Especialmente para Kaká, rotulado por parte da torcida tricolor de “pipoqueiro”. A bronca se devia ao fato de o então jovem meia desfalcar a equipe na segunda final por causa de uma lesão na coxa.

A crise entre torcida e jogador se agravaria ainda mais quando o São Paulo foi eliminado nas quartas de final da Copa do Brasil de 2003, pelo Goiás. Meses depois, Kaká pediu para ser vendido e foi negociado por 8,5 milhões de dólares ao Milan, onde se tornou o melhor jogador do mundo, em 2007.

São Paulo e Corinthians se enfrentarão nos próximos dois domingos, às 16 horas (de Brasília). O jogo de ida será no Morumbi, enquanto a Arena de Itaquera receberá a partida de volta.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© PRORROGAÇÃO 2019 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS