PUBLICIDADE

Déficit cresce, e Conselho Fiscal sugere reprovação das contas do Santos

Santos

De forma unânime, o Conselho Fiscal do Santos sugere a reprovação das contas da gestão de José Carlos Peres em 2018. A votação será feita em reunião do Conselho Deliberativo na próxima segunda-feira, na Vila Belmiro.

Dentre 15 motivos apontados, um deles é déficit acumulado, que passou de R$ 258 milhões em 2017 para R$ 302 milhões em 2018. Outro ponto preocupante é como foi paga uma das parcelas de dívida com a Doyen Sports.

De acordo com o relatório do Conselho Fiscal, o Peixe pagou, em outubro de 2018, 2,5 milhões de euros (R$ 8,6 mi), metade da parcela. A outra parte foi paga com direitos econômicos de jogadores, manobra proibida pela FIFA. O documento não cita os atletas.

Os membros do Comitê de Gestão poderão justificar todos os pontos apontados pelo CF na próxima segunda-feira.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© PRORROGAÇÃO 2019 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS