PUBLICIDADE

Diferente de Felipão, jogadores do Palmeiras defendem VAR

Palmeiras

 

 

Luis Felipe Scolari não poupou críticas ao VAR depois da eliminação do Palmeiras na semifinal do Campeonato Paulista. Mas, o elenco alviverde deixou o Allianz Parque evitando polemizar contra o auxílio do árbitro de vídeo. Muito pelo contrário.

“O que atrapalha um pouco é a demora, porque impedimento não tem interpretação, ou está ou não está. Demorou um pouco, mas acho o VAR muito válido, faz justiça ao resultado, mas houve muita demora. Pode melhorar só na questão da demora”, opinou Gustavo Scarpa, com discurso compartilhado por Fernando Prass.

“Uma situação nova, temos de estar habituados, porque isso vai ser rotineiro daqui para frente. Eu sou totalmente a favor, porque corrige uma injustiça que o olho humano não é capaz de ver, são 12, 15 câmeras e poucos olhos. Tecnologia vem para ajudar, óbvio que todo começo é difícil, vão ocorrer erros. Tem que trabalhar em aperfeiçoamento para que cada vez mais o VAR ganhe credibilidade”, disse o goleiro.

 

Depois de dois empates por 0 a 0, o Palmeiras caiu nas penalidades. O VAR atuou de forma decisiva nos dois clássicos. No Morumbi, um pênalti de Dudu foi cancelado. No Allianz Parque, um gol de cada time acabou anulado por impedimento.

“Faltou fazer um gol no tempo normal, coisa simples, mas infelizmente acontece. Não tem tempo para esmorecer. Quarta já tem Libertadores. É bola para frente”, concluiu o Scarpa, minimizando a interferência da arbitragem no revés alviverde.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© PRORROGAÇÃO 2019 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS