PUBLICIDADE

Boselli não aproveita ausência de Gustagol para deslanchar no Corinthians

Corinthians

 

Artilheiro do Corinthians em 2019, com sete gols marcados em 13 jogos, Gustagol não entra em campo desde o empate por 1 a 1 com o São Bento, quando sofreu uma pancada no joelho. Desde então, a equipe treinada por Fabio Carille disputou três partidas: empatou o clássico com o Santos (0 a 0), bateu Ceará (1 a 3) e Oeste (1 a 0). Substituto do camisa 19, Mauro Boselli não conseguiu estufar as redes neste período.

Contratado junto ao León, do México, para ser o grande artilheiro corintiano em 2019, o argentino ainda não deslanchou e enfrenta uma dura competição com Gustavo e Vagner Love. Balançou as redes apenas uma vez – aproveitando justamente passe de Gustagol, contra o Botafogo de Ribeirão Preto – contra duas de Love.

A falta de gols não quer dizer necessariamente que o argentino tenha feito jogos ruins. Na vitória por 3 a 1 sobre o Ceará, em jogo de ida válido pela Copa do Brasil, o argentino deu a assistência para Júnior Urso abrir a contagem. Também vem demonstrando um bom entendimento no toque de bola.

Perguntado sobre ansiedade na hora de fazer gols e de como está sua adaptação ao futebol brasileiro, em entrevista realizada na terça-feira (19), o argentino deu a entender que ainda não está em suas condições mais confortáveis: “Tudo é diferente, México tem mais espaço, aqui as equipes se fecham muito atrás, ainda mais contra o Corinthians. Mas vamos ver mesmo no Brasileirão, que vai se comparar com a liga mexicana, lá não tem estaduais, vou saber responder melhor”, afirmou sobre o jogo disputado no Brasil.

Sobre os poucos gols marcados em 10 partidas, reconheceu que atacante vive de estufar as redes. Entretanto destacou que o mais importante é o jogo de equipe: “Quero que a equipe ganhe, quem faz gols não é importante. Ansiedade é algo pessoal, atacante precisa de gol, mas não é tão importante quanto a equipe vencer. Quero fazer gols a cada partida, quero ajudar, mas se não faço e a equipe segue ganhando, não é um problema. Venho me sentindo a cada dia melhor, gol é uma consequência e vão acontecer”.

Boselli Corinthians Ponte Preta estreia Paulista 27 01 2019

Boselli parece não sentir muito a disputa com Gustagol, que retornou de empréstimo do Fortaleza e, mesmo tendo sido artilheiro do Brasil em 2018, surpreende em seu início de temporada na equipe de Fábio Carille. O brasileiro de 24 anos tem sido presença maior na área adversária, o que talvez seja a principal crítica em relação aos três jogos em que Boselli foi titular enquanto Gustavo se recuperava.

GFX Boselli vs Santos 10 03 2019Boselli contra o Santos: muito longe da área (Foto: Opta)
Boselli GFX OesteDiante do Oeste, presença maior na área… mas faltou acertar o pé (Foto: Opta)

 

No clássico contra o Santos e diante do Ceará não conseguiu acertar uma finalização a gol, mas evolui a cada compromisso. Se diante do Peixe sequer tocou na bola dentro da caixa oposta, fez isso duas vezes contra o Vozão na Copa do Brasil. Mas foi diante do Oeste que veio o sinal mais claro de evolução até aqui. Arriscou seis finalizações e acertou três delas no gol. Poderia obviamente ter sido melhor, mas não deixa de ser uma melhora desde a sua chegada ao time – algo também comprovado por ter ficado mais próximo da área, onde aumentou para dez toques a sua participação no setor contra o Oeste.

O agravante é a expectativa com a qual Boselli chegou: maior contratação da temporada, seguido justamente por Vagner Love. Mas quem tem colocado a bola para dentro no Corinthians é Gustavo, o que na opinião do argentino não impossibilita a sua escalação.

Boselli e Gustavo - Corinthians - 26/01/2019Boselli garante: é possível jogar ao lado de Gustagol (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

“Podemos também jogar juntos, já compartilhamos momentos juntos, fizemos gols e até ganhamos partidas jogando juntos. São opções do treinador, e mesmo o Love também, pode jogar pelo lado ou como centroavante. Falavam que ano passado não tinham tantas opções assim. Essa concorrência nos faz nos esforçar cada vez mais para jogar, quem ganha é o Corinthians”, finalizou Boselli.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© PRORROGAÇÃO 2019 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS