PUBLICIDADE

Apresentado no Vitória, Claudio Tencati afirma: “É a melhor oportunidade que tenho na minha carreira”

Vitória

Foto: Maurícia da Matta/EC Vitória

 

Em meio a uma tremenda crise, dentro e fora dos gramados, o Vitória apresentou na tarde desta quarta-feira (20), na Toca do Leão, o treinador Claudio Tencati. Ele chega para substituir Marcelo Chamusca no comando da equipe rubro-negra.

A apresentação do novo comandante foi feita pelo gerente de futebol Alarcon Pacheco. O presidente Ricardo David e o vice-presidente Chico Salles não participaram.

Tencati iniciou a coletiva agradecendo a recepção e elogiando a estrutura do clube. “Agradeço a direção do clube pela confiança e a todos os profissionais que aqui me receberam nesse momento. Fui muito bem recebido. Uma estrutura espetacular tem o Vitória, faz jus à tradição do maior vencedor da Copa do Nordeste. É um clube que tem DNA de revelar jogadores”, disse.

Claudio Tencati revelou que houve um contato anterior com a diretoria rubro-negra. “Teve uma breve consulta em dezembro, mas foi lá atrás. Dei continuidade a outros projetos. A partir do momento que houve o contato do Alarcon, da direção, foi explicado o projeto, o momento do clube e eu aceitei prontamente”.

A respeito dos problemas, dentro e fora dos gramados, Tencati afirma que é preciso focar nos resultados e deixar a política para ser resolvida no campo da política. “Eu já tenho experiência com esse tipo de situação. Mas o meu cargo é técnico. Eu não misturo e não posso misturar com a parte política. Vim para desenvolver um trabalho técnico e tático. No momento temos que reconhecer os resultados ruins, o que trouxe esse momento turbulento, mas temos que estar voltados para os resultados de campo. A direção vai fazer a parte dela fora e nós temos que fazer a nossa dentro. Temos que focar dentro de campo”.

Em pouco mais de um mês, há a possibilidade do Vitória ter uma mudança total de diretoria e isso pode por em risco um trabalho recém iniciado pelo treinador. Tencati falou sobre isso e o que lhe motivou a vir para o rubro-negro. “O desafio me motivou. Eu sinto e acredito no projeto do Vitória. Tem a transição (da diretoria), mas com os resultados que vamos conseguir esse projeto vai se estender. Tenho plena confiança disso. É a melhor oportunidade que tenho na minha carreira, onde posso alavancar de vez a minha carreira. É um clube grande, tradicional no futebol brasileiro, tem uma camisa fortíssima e um histórico espetacular. Quero aqui trazer de novo os resultados, as conquistas e as vitórias para que o Vitória nunca deixe de ser grande”, disse.

E o elenco? Vão chegar novos reforços? Tencati afirma que em curto prazo é preciso focar em um plano emergencial para as partidas restantes da Copa do Nordeste e que a busca por novas contratações será feita visando tornar o time competitivo para a Série B. “A gente já teve uma conversa a respeito de elenco. Temos um plano emergecial para o jogo do sábado (23, contra o ABC) e na sequência contra o Náutico. E nesse período vamos discutir sobre elenco, cada jogador. Há contratos que vão vencer e de repente não se renovem. É precoce dizer que tenho X nomes para falar com o Alarcon. No período que estava sem trabalhar, junto com meu auxiliar, fizemos monitoramento de jogadores. Temos referências. Dentro das necessidades que percebemos que a equipe tem, vamos buscar reforços para deixar a equipe competitiva para a disputa da Série B”

Claudio Tencati tem 45 anos e iniciou sua carreira como treinador em 2006, quando comandou o Cianorte. Ainda tem passagens por Paranavaí, Londrina (onde ficou de 2011 a 2017) e Atlético/GO.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© PRORROGAÇÃO 2019 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS