PUBLICIDADE

Após brasileiro ser alvo de racismo por convocação da Seleção Russa, Felipe Melo sobe o tom

Futebol

 

​Após duas convocações seguidas para a Seleção da Rússia, o brasileiro naturalizado russo, Ari, foi alvo de injúria racial pelo atleta Pavel Pogrebnyak, do Klub Ural. O jogador teria questionado a “presença de um negro” na convocação. A declaração do russo não repercutiu de forma positiva no mundo do futebol, chegando ao Brasil com o posicionamento do volante Felipe Melo, do ​Palmeiras, que mandou um recado através de seu Twitter para o atleta.

O jogador ​palmeirense, que é conhecido por não medir as palavras em assuntos polêmicos, comentou na postagem do apresentador Benjamin Back, dos canais Fox Sports que falava sobre o assunto e sugeriu: “Trazer ele pra jogar um amistoso aqui!”

Declaração de Pavel Pogrebnyak sobre o brasileiro:
​ “É ridículo que um jogador negro atue pela selação russa. Eu não vejo sentido nisso. Não sei nem o porquê de terem lhe dado um passaporte. Comentei também com Pavlyuchenko (ex-atacante de Tottenham e Spartak Moscou) sobre isso”, disse Pavel.

Após a repercussão, Ari, concedeu entrevista para alguns veículos de imprensa e lamentou o preconceito racial.

“É triste pensar que, nos dias de hoje, ainda exista algo assim. Um cara desses nem merece atenção. Esse fato não me atinge porque tenho a cabeça tranquila. Apenas me fortalece. É só mais um caso entre tantos que já tive que lidar. Passei por tantas dificuldades já que isso nem me preocupa. Porém, fico pensando nas pessoas que sofrem diariamente com racismo e não possuem uma base para encarar uma pessoa de alma tão fraca como a dele. O preconceito racial é uma realidade. Devemos lutar contra ele, educar nossos filhos e nos conscientizar cada vez mais”, afirmou o atacante de 33 anos ao Globoesporte.com.


Fonte: 90min

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© PRORROGAÇÃO 2019 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS