PUBLICIDADE

Veja a comparação dos resultados de Mancini e Jardine no São Paulo

São Paulo

O ​São Paulo apostou na troca de seu comando técnico para reencontrar os resultados positivos tão necessários ao clube. No ano passado, durante a reta final do Campeonato Brasileiro, Diego Aguirre foi demitido e, em seu lugar, André Jardine foi efetivado como o novo treinador do Tricolor. Ainda sem grandes experiências à frente de um time profissional, o jovem treinador ganhou sua maior oportunidade na carreira.

Sem conseguir manter o time na luta pelo título, ele garantiu um lugar na Taça Libertadores da América. Apto para a fase classificatória, o clube do Morumbi teve o Talleres, da Argentina, como adversário. Apesar de ter maior tradição em torneios internacionais, Nenê e companhia foram eliminados pela equipe de Guiñazu. O precoce resultado negativo custou o cargo de Jardine. Cuca, que estava sem clube se recuperando de um problema de saúde, foi escolhido como o substituto.

Até que ele esteja recuperado, o que se espera que aconteça antes do início do Campeonato Brasileiro, o Tricolor do Morumbi será comandado por Vagner Mancini. Considerado um treinador temporário, sua função é manter a equipe nos trilhos e fazer a transição para a chegada do novo técnico efetivo. Todavia, principalmente para o torcedor são paulino, o que é essencial são as vitórias, mas até agora poucas mudanças foram vistas.

Em quatro jogos como técnico, Vagner Mancini conseguiu uma vitória (2 a 0 sobre o Bragantino), dois empates (0 a 0 com o Red Bull e 1 a 1 com a Ferroviária) e uma derrota (2 a 1 para o Corinthians), obtendo, portanto, um aproveitamento de 41% dos pontos disputados. Jardine também teve números idênticos no início de sua trajetória pelo Soberano. Pelo Campeonato Brasileiro, foi derrotado pelo Vasco da Gama (2 a 0), venceu o Cruzeiro (1 a 0) e empatou com Grêmio (1 a 1) e Sport (0 a 0).

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© PRORROGAÇÃO 2019 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS