PUBLICIDADE

Porto lucra R$ 173mi com Militão em 7 meses, SP fica com R$ 43mi após 7 anos

São Paulo

 

Éder Militão se tornou nesta quarta-feira como um dos melhores negócios da história do Porto. Depois de passar por exames médicos, ele assinou com o Real Madrid por seis anos em negociação de € 50 milhões ou R$ 216 milhões. Tirando o dinheiro que gastou para comprá-lo no ano passado e a parte que repassará ao São Paulo agora, o time português terá um lucro de R$ 173,1 milhões.

Tudo isso em apenas sete meses, já que o garoto havia sido comprado em 7 de agosto do ano passado. Se o Porto encheu seus cofres, o Tricolor ficou com menos de 25% de toda a bolada: R$ 42,9 milhões.

Quando o negociou, em 2018, o São Paulo embolsou R$ 17 milhões. Agora, terá direito a outros R$ 25,9 milhões – são 10% referentes a seus direitos econômicos e outros 3% como clube formador.

É importante destacar, porém, que o Porto descontará € 500 mil em cima dos 10% devido ao pagamento de comissão a empresários. Ou seja, o Tricolor ficará com € 4,5 milhões (R$ 19,5 milhões) por sua fatia e € 1,5 milhão (R$ 6,4 milhões) pelo mecanismo de solidariedade.

A conta fica ainda mais desvantajosa para o São Paulo com a lembrança de que Militão chegou ao CT de Cotia aos 13 anos de idade e ficou até os 20. Ou seja, o Tricolor investiu no garoto por sete anos, incluindo moradia, alimentação, estudos, cuidados médicos…

Raí e Leco decidiram vender Militão por R$ 17 milhões, em agosto passado, porque o jogador estava a menos de seis meses do fim de contrato e poderia se mudar de graça para qualquer outro clube no início de 2019. Deixar alguém com o talento de Militão com o vínculo próximo do vencimento foi tratado no Morumbi como um erro amador dos dirigentes.

Militão só se mudará para o Real Madrid em agosto, no início da temporada europeia. Até lá, ele lutará com o Porto pelos títulos do Campeonato Português – está empatado em pontos com o Benfica na liderança – e da Liga dos Campeões – está garantido nas quartas de final e conhecerá seu adversário nesta sexta-feira.

OS NÚMEROS DA NEGOCIAÇÃO:
– Investimento do Real Madrid: € 50 milhões (R$ 216 milhões)
– Parte do São Paulo: € 4,5 milhões (R$ 19,5 milhões) + € 1,5 milhão (R$ 6,4 milhões)
– Lucro do Porto: R$ 173,1 milhões
– Lucro do São Paulo: R$ 42,9 milhões

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© PRORROGAÇÃO 2019 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS