PUBLICIDADE

Solução nas últimas temporadas, garotada de Xerém vai, aos poucos, perdendo protagonismo

Fluminense

(Foto: Lucas Merçon)

 

Apostar em jovens revelados nas categorias de base se tornou a maneira para o Fluminense driblar a crise. Com a tradição de revelar bons jogadores em Xerém, o Tricolor sempre olhou com carinho para a garotada, mas, aos poucos, os mesmos meninos vão perdendo espaço no elenco ao passo que reforços mais experientes e outras apostas vão chegando e agradando.

Paulo Henrique Ganso chegou com status de camisa 10 e maestro da equipe e barrou Daniel. Allan e Caio Henrique vão brigando por espaço e deixando jogadores como Zé Ricardo e Mascarenhas em segundo plano. O bom rendimento do ataque formado por Luciano e Everaldo e o atacante colombiano Yony González também vem limitando as chances de atletas como João Pedro, Marcos Paulo, Pablo Dyego e Calazans.

Em um passado recente, os garotos do Flu tiveram que assumir a responsabilidade em momentos delicados da temporada com o Abel Braga. Wendel, Ibañez, Douglas, Igor Julião e outros acabaram tendo papéis protagonistas em situações de decisão. Buscando modificar isso, a diretoria do clube buscou atletas experientes como Matheus Ferraz, Bruno Silva e Ganso para equilibrar a balança. E ainda tem interesse no meia Nenê.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© PRORROGAÇÃO 2019 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS