PUBLICIDADE

Diretoria do Fla teme perder titular para clubes do exterior

Flamengo

​Nos últimos anos, o Flamengo se tornou um clube comprador. O time carioca investiu pesado mais uma vez nessa temporada e desembolsou cerca de R$ 120 milhões para trazer jogadores como Gabigol (empréstimo), Arrascaeeta, Bruno Henrique e Rodrigo Caio. Por outro lado, a diretoria flamenguista teme perder titular durante a Copa América no Brasil, em junho.

Gustavo Cuéllar já vem recebendo sondagens de clubes do exterior desde o ano passado e a tendência é que propostas apareçam na mesa do Flamengo nos próximos meses. O volante é um dos homens de confiança do técnico Abel Braga e já é considerado um ídolo por vários torcedores Rubro-Negros. O colombiano tem contrato até junho de 2022.

A multa para o mercado externo é altíssima. Cerca de 50 milhões de euros (R$ 215 milhões na cotação atual). Apesar da alta cifra contratual, a cúpula do Flamengo sabe que dificilmente um clube de fora do Brasil irá pagar algo próximo ao valor estabelecido. Times da Ásia e Árabe são os mais interessados no cão de guarda do Mengão. Em entrevistas recentes, Cuéllar já deixou claro seu desejo de ficar no Fla por bastante tempo.

Para a possível vaga deixada pelo colombiano, o Flamengo tem no atual elenco Piris da Motta e a prata da casa, Ronaldo. Apesar do forte interesse dos rivais, dirigentes flamenguistas não cogitam perder o volante e fará de tudo para permanecer com o colombiano pelo menos por mais uma temporada. Hoje, Cuéllar é titular absoluto e desde o ano passado, tem feito jogos convincentes e com grandes destaques.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© PRORROGAÇÃO 2019 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS