PUBLICIDADE

Adversário do Cruzeiro conta com irmão de ex-Galo e só venceu duas em 2019

Cruzeiro

 

A dificuldade de chegar em Belo Horizonte marca a participação, até agora, do Deportivo Lara na Copa Libertadores. Os venezuelanos tentam chegar na capital mineira para encarar, em princípio, o Cruzeiro às 19h15 desta quarta-feira (13). O meia-atacante Rómulo Otero, pertencente ao Atlético, está na Arábia Saudita, mas deve sintonizar em BH pra ver o irmão mais novo, Jairo, em ação.

Jairo Otero, de 25 anos, chegou neste início de ano ao Deportivo Lara. Meia-atacante, ele estava no Deportivo Anzoátegui-VEN – onde permaneceu por seis meses – até chegar ao Lara. Seu filho, inclusive, recebeu o nome do irmão. Jairo vivia em Belo Horizonte nos tempos de descanso, e fez amizade com alguns jogadores do Atlético.

Entretanto, ele não atua desde 3 de fevereiro pela equipe venezuelana, tendo perdido o duelo de estreia da Libertadores diante do Emelec, e sendo ausência nas últimas quatro rodadas do Campeonato Venezuelano – Torneo Apertura – no qual o Lara está na 14ª posição entre 20 clubes.

Em 2019, inclusive, o time só venceu duas partidas até agora. São 10 jogos, com outras quatro derrotas e quatro empates, incluindo o 0 a 0 diante do Emelec na estreia do grupo que tem Cruzeiro e Huracán.

Fundado em 2009, o Deportivo Lara quase foi a falência com dívidas milionárias e hoje é apenas mais uma vítima do estado que vive a Venezuela, com falta de recursos básicos. Se o histórico entrar em campo, é mais um ingrediente para deixar o Cruzeiro tranquilo.

Na Libertadores, os venezuelanos rubro-negros foram saco de pancadas em alguns jogos. O principal deles foi os 7 a 2 em casa diante do Corinthians em 2018. Jamais venceram fora de casa, com 5 derrotas e um empate. Num total de 13 jogos, foram 3 vitórias, 2 empates e 8 derrotas, com 13 gols marcados e 32 gols sofridos.

 

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© PRORROGAÇÃO 2019 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS