PUBLICIDADE

Cruzeiro pulveriza jejum de vitórias em estreias na Libertadores

Cruzeiro

 

Com a vitória sobre o Huracán por 1 a 0 na noite desta quinta-feira, a primeira da Raposa sobre o time argentino em Libertadores, o Cruzeiro também encerrou uma sequência de três estreias sem vitórias na competição continental.

O último resultado positivo havia acontecido no 5 a 0 sobre outro argentino, o Estudiantes, em 2011. Depois disso, o Cruzeiro esteve em campo em três compromissos, perdendo para o Real Garcliaso-PER por 2 a 1, em 2014; um empate sem gols com o Universitario Sucre-BOL, em 2015; e a derrota para o Racing-ARG por 4 a 2, no ano passado.

No retrospecto geral, o time possui um bom rendimento. Com o triunfo de hoje, o time agora acumula 10 vitórias, dois empates, cinco derrotas, com 32 gols marcados e 21 gols sofridos.

“Nossa cobrança antes do jogo foi válida, falamos da importância de começar vencendo. Sempre respeitamos os adversários, mas sabíamos das nossas condições de vir aqui e vencer”, afirmou o lateral-direito Edilson.

O atacante Fred sabia que deixar de somar pontos, mesmo na estreia, poderia comprometer o objetivo da classificação. “No ano passado, acabamos deixando pra mais tarde e a coisa quase complicou. Agora fizemos bem o noso dever. O time se entregou demais”, destaca.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© PRORROGAÇÃO 2019 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS