PUBLICIDADE

Jobson, do Red Bull, prefere Santos ao Atlético-MG

Santos

 

O Santos se tornou favorito para ficar com Jobson, volante do Red Bull e uma das principais revelações do Campeonato Paulista. E a vontade do jogador pode ser decisiva na disputa que existe há duas semanas entre o Peixe e o Atlético-MG.

“A negociação com o Santos está bem avançada. E o que pesa é a vontade do Jobson. É isso que coloca o Santos na frente”, explica uma das pessoas envolvidas nas tratativas. A pedida do Red Bull é de aproximadamente R$ 4 milhões por 50% dos direitos econômicos – o clube campineiro ainda manteria 30%, enquanto o Náutico seguiria com seus 20%.

Na semana passada, havia enorme otimismo em Belo Horizonte em relação a um acerto com o Galo, que tinha a intenção de contar com Jobson já nesta semana, para a fase de grupos da Libertadores. O Red Bull, porém, vetou a liberação antecipada, porque entende que o volante será fundamental até o fim do Paulistão – além de buscar uma vaga no mata-mata, o RB precisa da classificação à próxima fase para ter direito de jogar a Série D do Brasileiro.

Já o Santos aceita esperar pelo encerramento do estadual para começar a utilizar Jobson, que impressionou Jorge Sampaoli nos oito jogos que disputou até aqui – apesar de volante, ele já marcou dois gols no Paulistão, sendo um deles no Palmeiras, clube que o revelou.

Jobson tem 23 anos de idade e, depois de surgir na base do Palmeiras, teve passagens por Nacional e Santo André, antes de se acertar com o Náutico.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© PRORROGAÇÃO 2019 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS