PUBLICIDADE

Mano é homenageado no Cruzeiro e ganha mini estátua pelo jogo 200

Cruzeiro

Mano com o “Mini Mano”. O treinador recebeu um presente na Toca II pelos 200 jogos no comando do CruzeiroVinnicius Silva;/Cruzeiro

 

Na manhã desta terça-feira, o presidente Wagner Pires de Sá esteve presente na Toca da Raposa 2 para uma ocasião especial. O mandatário celeste entregou ao técnico Mano Menezes uma escultura, assinada pelo artista Felipe Soares, em homenagem à marca de 200 jogos do treinador à frente do Clube, alcançada na partida diante do América-MG, neste mês.

-Para mim é um prazer imenso e um grande orgulho em homenagear essa pessoa maravilhosa, que desde o princípio da nossa administração nos prestigiou, teve confiança na gente. O Mano construiu uma grande família, uma grande orquestra em que ele é o maestro que a mantém afinada. Para nós, é uma satisfação imensa que ele esteja com a gente. Muito obrigado por tudo. É uma homenagem de carinho e coração- destacou Wagner.

O treinador, o quinto que mais comandou a Raposa, agradeceu a homenagem recebida no CT cruzeirense.

-Eu quem agradeço ao presidente. Sei que é um fato raro no futebol brasileiro de hoje, cada vez fica mais difícil você completar 200 jogos, como é meu caso aqui. Trabalho todo os dias para que a diretoria e a torcida do Cruzeiro me tenham como treinador. Que todos juntos consigamos continuar conquistando títulos importantes, que é o nosso objetivo, o sonho do torcedor. Vamos comemorar os 200 jogos, que é algo realmente diferenciado- agradeceu o treinador.

Nesta terça também se iniciou a preparação para a estreia na Copa Conmebol Libertadores. Mano acredita que a Raposa entra na competição deste ano mais preparada do que em 2018, quando disputou até a fase quartas de final.

-O ambiente de estádio na Libertadores todos conhecemos, ainda mais contra equipe argentina. O gramado do El Palacio é bom, como são quase todos os gramados argentinos. O fato de repetir um argentino na estreia não garante nada. O certo é que estamos mais preparados do que no ano passado, em função das experiências que vivemos. À medida em que você vai jogando, vai ganhando corpo-analisou.

-A gente aprende com vitórias e também derrotas. Por isso penso que nosso grupo está mais bem preparado que no ano passado. A postura que você não teve tão firme fora de casa, ter deixado para decidir em casa, tudo isso é aprendizado. Nosso objetivo é ser campeão, todos sabem disso- complementou.

Após dois empates no Campeonato Mineiro, Mano avaliou o rendimento do Cruzeiro nesse início de temporada como “bom”, mas ressaltou que a equipe precisa evoluir e buscar soluções para melhorar.

-Nosso rendimento até agora é bom, mas precisa ser ótimo. Deixamos escapar duas vitorias no interior. Já os clássicos foram dentro da realidade. Os quatro empates deram a diferença aos concorrentes que estão na nossa frente. A preocupação do torcedor é a mesma nossa. Estamos sempre atentos para fazer a equipe evoluir. Mas ele pode ficar tranquilo que vamos estar preparados, vamos fazer um grande jogo na Argentina-garantiu o comandante.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© PRORROGAÇÃO 2019 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS