PUBLICIDADE

Ex-colorado e seleção é oferecido e pode virar sombra de Fábio Santos no Galo

Atlético Mineiro

 

​O ​Atlético-MG pode investir na contração de um lateral-esquerdo que faça “sombra” a Fábio Santos, titular incontestável da posição. E um jogador com passagem pela seleção brasileira na Copa América de 2015 (embora a convocação feita por Dunga até hoje não tenha sido muito bem digerida) foi oferecido ao clube. Trata-se de Geferson, que começou sua carreira no ​Internacional e que hoje defende o CSKA Sofia, da Bulgária.

No momento, o nome está sendo analisado tanto pela diretoria quanto pela comissão técnica. Além do técnico Levir Culpi, o observador Bernardo Mota também terá palavra importante nesta definição. Aos 24 anos, o jogador está no futebol europeu desde 2017, e seu atual contrato vai até maio de 2020. A princípio, ele só deixaria o Velho Continente por uma transação em definitivo. Porém, não se pode descartar um empréstimo, desde que o profissional aceite estender seu compromisso com os búlgaros.

Atualmente, o plantel do Atlético-MG, além de Fábio Santos, conta com Hulk para a lateral. Porém, por opção da comissão técnica, ele sequer foi inscrito na Libertadores da América. “Acho que ele ainda não tem a preparação adequada para jogar uma Libertadores.

Apesar de ser um bom jogador e ter um bom futuro, ainda é imaturo. Para esse tipo de jogo, precisamos de atletas com mais experiência”, disse Levir. Na disputa do principal torneio do continente em 2015, Geferson foi um dos protagonistas da eliminação do Inter, à época comandado por Diego Aguirre. Na partida de volta da semifinal contra o Tigres, no México, o lateral marcou um gol contra e, dali em diante, não foi mais perdoado pela torcida gaúcha, que até então via nele uma revelação.

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© PRORROGAÇÃO | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS