PUBLICIDADE

A patrocinadora falou! Leila Pereira detona expulsão de Deyverson no derby

Palmeiras

 

​Cinco dias após o derby, a expulsão do atacante Deyverson ainda segue ecoando dentro do ​Palmeiras. Depois do técnico Luiz Felipe Scolari dizer que ele merecia “ser expulso três vezes”, caso a informação dando conta que ele cuspiu no adversário fosse verdadeira, da diretoria também reprovar sua atitude e ainda multá-lo em 350 mil reais, agora foi a vez da patrocinadora e conselheira do clube, Leila Pereira, emitir sua opinião e engrossar as críticas ao atleta.

“Isso realmente não pega bem, nem para o patrocinador, nem para o atleta e nem para o clube. Mas tenho certeza que o Palmeiras irá tomar as providências que forem necessárias para coibir esse tipo de atitude que é muito feia. Isso não é bom para ninguém”, afirmou a dona da Crefisa ao portal da Gazeta Esportiva.

Alguns conselheiros reforçam a ideia de que o jogador deve ser negociado. Para trazê-lo ao Palmeiras, a patrocinadora investiu 18 milhões de reais, valor que o Palmeiras terá que ressarcir conforme determinação da Receita Federal. Nesta semana, o Globo Esporte já havia noticiado que o clube não iria se opor à sua saída caso aparecesse uma proposta de outro clube.

Na próxima segunda-feira (11), Deyverson será julgado pelo Tribunal de Justiça Desportiva da Federação Paulista. Caso condenado, ele deverá pegar até 12 jogos de suspensão, o que o faria voltar apenas para o segundo jogo de uma eventual final.

No mesmo dia, o técnico Luiz Felipe Scolari também será julgado por ter desrespeitados os membros da arbitragem e, se condenado, pode pegar até seis jogos. “Parabéns! Você é maravilhoso para apitar nossos jogos”, disse ao técnico Luiz Flavio de Oliveira, que anotou a frase dita pelo treinador, em tom irônico, na súmula do jogo.


Fonte: 90min

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© PRORROGAÇÃO 2019 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS