PUBLICIDADE

Internacional 1 x 0 Grêmio: Peixinho de Edenílson para voltar à liderança

Futebol Grêmio Internacional

 

O Gre-Nal 417 foi decidido no detalhe. Equilíbrio pela forma como as equipes, de formas distintas, sabem se defender. Não à toa têm as melhores defesas do campeonato. Não foi um jogo defensivo. Foi disputado. Muito peleado como se diz no Rio Grande, como é tradicional em um dos mais tradicionais clássicos do futebol brasileiro. Na opinião deste blogueiro, a maior rivalidade do país.

Por 20 minutos, o Colorado usou bem a característica de seus meio-campistas centrais Edenílson e Patrick para forçar bem a marcação lá na origem. Pressão para impedir que a qualidade do eterno rival desequilibrasse. Foi metade do caminho. A outra metade faltou. Isto é, a criação.

Porque o Inter prefere acelerar. Com posse de bola dividida, precisaria ter mais qualidade para articular. Não teve. Mas espanta o número de passes errados. 61 em todo jogo. Sessenta e um.

Assim como o Tricolor dos Pampas não encontrou, mesmo com Cícero fazendo as vezes de Maicon na iniciação das jogadas. Descendo entre os zagueiros para articular.

Sem Cebolinha, Alisson foi a opção de escape pela canhota. Acelerou em raras oportunidades. Por isso, chutes de média distância foram arriscados. A emoção real ficou na saída dos jogadores para os vestiários, em momento que não merece maior destaque.

Nada de finalizar a gol. No alvo. Naquele retângulo branco (e vermelho, já que o time da casa é Colorado). Bastou Uendel caprichar no cruzamento para encontrar o peixinho de Edenílson, na altura da marca penal. Desviou que foi ao encontro do cantinho esquerdo de Grohe. Golaço de cabeça.

Defender-se é a especialidade da casa. Ainda mais com a fase esplêndida que vive Marcelo Lomba. Que pegou a bola do jogo minutos depois do gol marcado. Chute à queima-roupa de Geromel. Vitória que cria casca. Dá moral. E devolve a liderança ao time Colorado.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© PRORROGAÇÃO 2018 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS