PUBLICIDADE

Prestes a encerrar vínculo com o Fla, Guerrero pode ter o destino selado nesta quarta

Flamengo

 

A não ser que haja uma reviravolta, Paolo Guerrero vive seus últimos dias como jogador do Flamengo. Paolo não vem treinando com os companheiros e está fora da lista de relacionados para o jogo contra o Cruzeiro. O contrato do peruano acaba na sexta-feira (10) e de acordo com o Globoesporte.com, nesta quarta (08), o destino do peruano pode ser traçado. Ainda segundo a publicação, acontecerá no Beira-Rio, uma reunião do presidente do Internacional de Porto Alegre, Marcelo Medeiros, com o representante do fundo de investimentos DIS, empresário Delcir Sonda, para discutir uma possível parceria e fechar o acordo para levar o jogador para o Sul por duas temporadas e meia, até 2021.

Paolo é o jogador com o salário mais alto do plantel Rubro-Negro. Estima-se que ele receba cerca de R$ 950 mil mensais – R$ 650 mil de salário e cerca de R$ 300 mil de luvas diluídas em contrato -, e apesar de dirigentes do Fla já terem manifestado o desejo de estender o compromisso com o atleta, as condições – tempo de contrato, aumento de salário e pagamento dos salários de quando o atleta esteve suspenso por doping – não agradam o clube da Gávea.

Paolo Guerrero foi contratado em meados de 2015 e, depois de um começo promissor, não emplacou no time. Em seu primeiro ano no Mais Querido, participou de 18 jogos e guardou quatro gols. Em 2016, jogou 43 vezes e balançou as redes em 18 oportunidades.

Em 2017, temporada no qual foi pego em doping pelas eliminatórias da Copa do Mundo, foram 44 partidas e 20 tentos assinalados. Neste ano, foram sete jogos e uma bola na rede. Ao todo, são 112 cotejos disputados e 43 gols marcados, com média aproximada de 0,3 gol por pelejas disputadas.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© PRORROGAÇÃO 2018 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS