PUBLICIDADE

Enciclopédia da Copa: O xadrez da Croácia

Copa do Mundo Croácia

Seleção da Croácia é reconhecida pela FIFA como sucessora da seleção da Banovina de Croácia e dos Estados Independentes da Croácia, que disputaram 16 amistosos entre os anos de 1940 e 1944. No período que se estende de 1945 a 1990, os jogadores croatas defenderam a seleção da Iugoslávia, sucedida pela Seleção Sérvia de Futebol, que herdou todos os seus resultados. No entanto, desde a separação do antigo país, a Croácia, filiada à FIFA em 1992, foi quem se despontou como uma das seleções mais fortes do continente europeu.

A seleção croata esteve representada pela primeira vez em uma competição oficial nas Eliminatórias da Eurocopa de 1996, conseguindo uma das 16 vagas. No torneio europeu, a Croácia avançou às quartas-de-final, sendo eliminada pela Alemanha, que se tornaria a campeã daquele ano. Mas a razoável campanha, liderada por Davor Šuker, foi uma espécie de prenúncio do que estava por vir. A Croácia não apenas se classificou para o Mundial de 1998, como surpreendeu a todos ao vencer a Alemanha nas quartas-de-final e a Holanda na disputa pelo 3º lugar. Para coroar sua estreia em Copas do Mundo, o atacante Davor Šuker se tornou o artilheiro isolado da competição, com seis gols. De 1998 em diante, a Croácia só ficou de fora da Euro 2000 e do Mundial de 2010.

Davor Suker, maior artilheiro Croata, em mundial.

A marca registrada da seleção croata é seu uniforme xadrez vermelho e branco, em menção ao Brasão de Armas do país, bem como detalhes azuis, em referência às três cores da bandeira nacional.

Uniforme que será utilizado pela Croácia, no mundial de 2018.

Um dos jogadores mais talentosos da história do futebol croata, ele foi revelado pelo Dinamo Zagreb e sempre foi tratado como craque em seu país, representando a seleção nacional desde a categoria sub-15 e ganhando muitos títulos por seu clube. O meia começou a chamar a atenção do mundo após ser reserva na Copa do Mundo de 2006. Quando o técnico Slaven Bilic assumiu a seleção, transformou Modric no motor do time e viu o jogador tornar-se um atleta de destaque no futebol europeu, ajudando a Croácia a fazer campanha de destaque na Eurocopa de 2008, terminando em 1º lugar na fase de grupos, à frente da Alemanha. O armador, então, despertou o interesse do Tottenham, que o contratou por 16,5 milhões de euros (R$ 71,34 milhões, na cotação atual). Na Premier League, o futebol de Modric cresceu ainda mais, e, apesar de ele não ter ganho títulos pelos Spurs, jogou muito bem e foi contratado pelo Real Madrid em 2012, após a Eurocopa daquele ano, por 34 milhões de euros (R$ 129,71 milhões, na cotação atual). Com a camisa merengue, o croata ratificou sua posição como um dos melhores meio-campistas do mundo, ganhando uma “baciada” de títulos e ajudando a consagrar o atacante Cristiano Ronaldo com uma infinidade de assistências preciosas. Ao mesmo tempo, classificou a Croácia para a Copa do Mundo de 2014 e a Eurocopa de 2016 antes de ser mais uma vez decisivo na qualificação da equipe xadrez para mais um Mundial em 2018. Aos 32 anos, talvez Modric dispute no ano que vem sua última Copa, então vale ficar de olho nos últimos lampejos que o craque irá oferecer.

Esperança croata no mundial, Luka Modric.

Abaixo, nós do Prorrogação montamos um resumo sobre as participações quando a seleção croata jogava pela Iugoslávia, e após a separação do país, em Copa do Mundo e Eurocopa. Destaque para a evolução do país, após a separação.

Retrospecto da seleção da Croácia em Copas do Mundo

Reino da Iugoslávia e República Socialista Federativa da Iugoslávia
1930 – Eliminada na semifinal
1934 – Não se classificou
1938 – Não se classificou
1950 – Eliminada na 1ª fase
1954 – Eliminada nas quartas-de-final
1958 – Eliminada nas quartas-de-final
1962 – 4º lugar
1966 – Não se classificou
1970 – Não se classificou
1974 – Eliminada na 2ª fase
1978 – Não se classificou
1982 – Eliminada na 1ª fase
1986 – Não se classificou
1990 – Eliminada nas quartas-de-final

Croácia
1994 – Não disputou
1998 – 3º lugar
2002 – Eliminada na 1ª fase
2006 – Eliminada na 1ª fase
2010 – Não se classificou
2014 – Eliminada na 1ª fase


Retrospecto da seleção da Croácia na Eurocopa

Reino da Iugoslávia e República Socialista Federativa da Iugoslávia
1960 – Vice-Campeã
1964 – Não se classificou
1968 – Vice-Campeã
1972 – Não se classificou
1976 – 4º lugar
1980 – Não se classificou
1984 – Eliminada na 1ª fase
1988 – Não se classificou
1992 – Desclassificada*

Croácia
1996 – Eliminada nas quartas de final
2000 – Não se classificou
2004 – Eliminada na 1ª fase
2008 – Eliminada nas quartas de final
2012 – Eliminada na 1ª fase
2016 – Eliminada nas oitavas de final

Zlatko Dalic, técnico da Croácia não teve dor de cabeça durante a eliminatória para o mundial, apesar de classificar a seleção na repescagem; abaixo, nós do Prorrogação fizemos uma projeção dos jogadores que devem defender a seleção croata no mundial. Destaque para o camisa 10 do Real Madrid, Luka Modric.

Goleiros: Danijel Subašić (Monaco-FRA), Lovre Kalinić (Gent-ALE), Dominik Livaković (Dinamo Zagreb-CRO)

Defensores:  Vedran Ćorluka (Lokomotiv Moscow-RUS), Domagoj Vida (Besiktas-TUR), Ivan Strinić (Sampdoria-ITA), Dejan Lovren (Liverpool-ING), Šime Vrsaljko (Atlético Madrid-ESP), Josip Pivarić (Dynamo Kyiv-UCR), Tin Jedvaj (Bayer Leverkusen-ALE), Matej Mitrović (Club Brugge-BEL), Marin Leovac (Rijeka-CRO), Zoran Nižić (Hajduk Split-CRO)

Meio-campistas: Luka Modrić (Real Madrid-ESP), Ivan Rakitić (Barcelona­-ESP), Ivan Perišić (Internazionale-ITA), Mateo Kovačić (Real Madrid-ESP), Milan Badelj (Fiorentina-ITA), Marcelo Brozović (Internazionale-ITA), Marko Rog (Napoli-ITA), Mario Pašalić (Spartak Moscow-RUS), Filip Bradarić (CRO)

Atacantes: Mario Mandžukić (Juventus-ITA), Nikola Kalinić (Milan-ITA), Andrej Kramarić (Hoffenheim-ALE), Marko Pjaca (Schalke 04-ALE), Duje Čop (Standard Liège-BEL), Ante Rebić (Eintracht Frankfurt-ALE), Ivan Santini (Caen-FRA)

Base da seleção croata para o mundial.

Em preparação para o mundial, a seleção croata joga contra o Brasil no dia 03/06, e cinco dias depois encara a seleção de Senegal. No mundial, a Croácia estreia contra a Nigéria no dia 16/06; cinco dias após a estreia, encara a forte seleção argentina, e fecha a primeira fase contra a Islândia no dia 26/06.

Grupo D, no mundial da Rússia.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© PRORROGAÇÃO 2018 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS