PUBLICIDADE

Enciclopédia da Copa: a albiceleste de Maradona, Batistuta e Messi

Argentina Copa do Mundo Sem categoria

A seleção da Argentina é uma das mais vitoriosas do futebol, sagrando-se campeã das Copas do Mundo de 1978 e 1986. Dessa maneira, é junto com o Brasil, a única seleção a ter vencido o Mundial em dois ou mais continentes. Até 2013, além do bicampeonato mundial, a Argentina conquistou 14 Copas Américas, a Copa das Confederações de 1992 contra a Arábia Saudita e duas medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos de 2004 e 2008, respectivamente contra Paraguai e Nigéria. Dessa maneira, as seleções argentinas e francesas são as únicas a conquistarem a quádruple coroa, que consiste em Copa do Mundo, Copa das Confederações, Jogos Olímpicos e Copa América (no caso da França, a Eurocopa).

Seleção Argentina campeã em 1992.

Diego Armando Maradona é considerado o maior ídolo da seleção e para muitos, o melhor jogador de futebol de todos os tempos. Disputou quatro Copas do Mundo (1982-1994) e foi eleito o craque do Mundial de 1986, quando a Argentina se sagrou bicampeã, com direito ao “Gol do Século” quando passou por toda a zaga adversária e ao polêmico gol de mão “La Mano de Dios” – como ele mesmo intitulou), ambos nas quartas-de-final contra a Inglaterra.

Gol conhecido com “La mano de Díos”

Outros ídolos que marcaram história na seleção argentina foram Daniel Passarella, capitão na primeira conquista, e Gabriel Batistuta, com 10 gols em mundiais, o maior artilheiro da seleção sul-americana na competição. Atualmente, a grande esperança de títulos está nos pés de Lionel Messi.

Maior artilheiro em Copa do Mundo, com a camisa da seleção Argentina; Gabriel Batistuta

O uniforme da seleção argentina faz alusão à bandeira nacional, com faixas nas cores azul celeste e branco, porém na vertical. O escudo da AFA (Associação de Futebol da Argentina) fica localizado ao lado esquerdo do peito. Geralmente, short preto e meiões brancos com listras azuis completam o uniforme principal. As variações costumam aparecer principalmente na disposição das faixas. Já o uniforme reserva adotou o azul escuro e às vezes, surgem faixas em tom azul celeste.

Uniforme que será usado pela Albiceleste no mundial da Rússia.

Os presidentes da Argentina, Mauricio Macri, do Paraguai, Horacio Cartes, e do Uruguai, Tabaré Vázquez, se reuniram em Buenos Aires com o presidente da Fifa, Gianni Infantino, para apresentar uma candidatura conjunta dos três países para sediar a Copa do Mundo de 2030.

O técnico Jorge Sampaoli, assumiu a seleção albiceleste em uma situação muito complicada, depois de um apelo nacional gigantesco para que ele assumisse a seleção nacional. Demonstrou um bom trabalho na reta final das Eliminatórias, e conseguiu o que era quase impossível; levar a Argentina para o Mundial. Com uma base já formada, o técnico não deverá mudar muito sua lista para o mundial. Nós do Prorrogação, fizemos uma lista dos jogadores que deverão defender a albiceleste no mundial. Destaque para o craque Lionel Messi; que tentará tirar a Argentina do jejum de títulos.

Goleiros: Sergio Romero (Manchester United-ING), Nahuel Guzmán (UANL-MEX) e Wilfredo Caballero (Chelsea-ING)

Defensores: Nicolás Otamendi (Manchester City-ING), Gabriel Mercado (Sevilla-ESP), Nicolás Tagliafico (Ajax-HOL), Marcos Rojo (Manchester United-ING), Ramiro Funes Mori (Everton-ING), Federico Fazio (Roma-ITA) e Fabricio Bustos (Independiente-ARG)

Meio-campistas: Marcos Acuña (Sporting-POR), Lucas Biglia (Milan-ITA), Javier Mascherano (Hebei China Fortune-CHI), Eduardo Salvio (Benfica-POR), Giovani Lo Celso (Paris Saint-Germain-FRA), Leandro Paredes (Zenit Saint Petersburg-RUS), Manuel Lanzini (West Ham United-ING), Angel Di María (Paris Saint-Germain-FRA), Ever Banega (Sevilla-ESP), Pablo Perez (Boca Juniors-ARG) e Maximiliano Meza (Independiente-ARG)

Atacantes: Sergio Agüero (Manchester City-ING), Lionel Messi (Barcelona-ESP), Gonzalo Higuaín (Juventus-ITA), Diego Perotti (Roma-ITA), Cristian Pavón (Boca Juniors-ARG) e Lautaro Martínez (Racing-ARG)

Base da seleção da Argentina para o Mundial de 2018.

Abaixo, fizemos um resumos das participações albiceleste em Copa do Mundo e Copa América. Destaque para o último título mundial, em 1986.

Retrospecto da seleção da Argentina em Copas do Mundo

1930 – Vice-campeã
1934 – Eliminada na 1ª fase
1938 – Desistiu
1950 – Desistiu
1954 – Não disputou
1958 – Eliminada na 1ª fase
1962 – Eliminada na 1ª fase
1966 – Eliminada nas quartas-de-final
1970 – Não se classificou
1974 – Eliminada na 2ª fase
1978 – Campeã
1982
– Eliminada na 2ª fase
1986 – Campeã
1990
– Vice-campeã
1994 – Eliminada nas oitavas-de-final
1998 – Eliminada nas quartas-de-final
2002 – Eliminada na 1ª fase
2006 – Eliminada nas quartas-de-final
2010 – Eliminada nas quartas-de-final
2014 – Vice-campeã

Retrospecto da seleção da Argentina na Copa América de Seleções

1916 – Vice-campeã
1917 – Vice-campeã
1919 – 3º lugar
1920 – Vice-campeã
1921 – Campeã
1922
– 4º lugar
1923 – Vice-campeã
1924 – Vice-campeã
1925 – Campeã
1926
– Vice-campeã
1927 – Campeã
1929
– Campeã
1935
– Vice-campeã
1937 – Campeã
1939
– Desistiu
1941 – Campeã
1942
– Vice-campeã
1945 – Campeã
1946
– Campeã
1947
– Campeã
1949
– Desistiu
1953 – Desistiu
1955 – Campeã
1957
– Campeã
1959
– Campeã
1963
– 3º lugar
1967 – Vice-campeã
1975 – Eliminada na 1ª fase
1979 – Eliminada na 1ª fase
1983 – Eliminada na 1ª fase
1987 – 4º lugar
1989 – 3º lugar
1991 – Campeã
1993
– Campeã
1995
– Eliminada nas quartas-de-final
1997 – Eliminada nas quartas-de-final
1999 – Eliminada nas quartas-de-final
2001 – Não disputou
2004 – Vice-campeã
2007 – Vice-campeã
2011 – Eliminada nas quartas-de-final
2015 – Vice-campeã
2016 – Vice-campeã

Um fenômeno do futebol, foi descoberto ainda garoto nas categorias de base do Newell’s Old Boys e acabou levado pelo poderoso Barcelona. Em La Masia, passou por tratamento para crescer, já que era muito mirrado, e foi lapidado nas equipes de base para se tornar um dos grandes astros do planeta. Desde sua estreia pela equipe profissional dos blaugranas, em 2004, são incríveis 521 gols em em 594 partidas, o que o transformou no maior artilheiro da história do clube, detonando o recorde de Paulino Alcántara que durava 87 anos. Além disso, ganhou uma infinidade de títulos: quatro Ligas dos Campeões (artilheiro em cinco edições), três Mundiais de Clubes, oito Espanhóis (artilheiro de quatro edições), cinco Copas do Rei (artilheiro em cinco edições), seis Supercopas da Espanha e três Supercopas da Uefa. Pela seleção argentina, que defende desde as categorias de base, ganhou um Mundial sub-20, em 2005, e a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008. Contudo, sempre foi frequentemente criticado por “sumir” em momentos decisivos, como a final da Copa do Mundo de 2014 (apesar de ter recebido o prêmio de melhor jogador da competição) e as decisões das Copas América de 2015 e 2016. Além disso, era chamado de pecho frío, que é como os argentinos se referem aos atletas sem brio em campo. Todas as críticas foram respondidas, e com sobras, na espetacular atuação que La Pulga teve na vitória por 3 a 1 sobre o Equador, o jogo que classificou a Albiceleste para a próxima Copa do Mundo: três belos gols e muita vibração do camisa 10, que agora vai em busca de um sonho: a conquista do título mundial, a única coisa que lhe falta para coroar a vitoriosa carreira. Um troféu de Copa, aliás, pode sepultar de vez o debate entre quem foi maior: Messi ou Maradona. Sua perna esquerda precisará estar afiada se ele quiser conquistar de vez o coração dos argentinos e acabar com a fama de “amarelão” em partidas decisivas da seleção. Talento, porém, o atacante tem para dar e vender.

Lionel Messi, principal esperança da seleção albiceleste.

Antes do mundial, a Argentina encara o Haiti no dia 29/05 visando a preparação para a Copa do Mundo. Já no mundial, a Argentina estreiam contra a Islândia no dia 16/06; cinco dias mais tarde, encara a forte seleção da Croácia, e encerra sua participação na primeira fase contra a Nigéria no dia 26/06.

Grupo D, no mundial da Rússia.

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© PRORROGAÇÃO 2018 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS