PUBLICIDADE

Flamenguistas perseguem recordes pessoais

Flamengo

​Quem não gostaria de ter uma dupla como Diego e Guererro brilhando pelo seu time? Pois ambos, no Flamengo, vivem temporadas que podem culminar na quebra de recordes pessoais de suas carreiras. E isso não está tão longe assim de acontecer, conforme levantamento apresentado pelo site ​Uol.

Ao peruano, por exemplo, faltam apenas dois gols para igualar a melhor temporada de sua trajetória. Em 2017, ele já balançou a rede em 16 oportunidades – em 2013, pelo Corinthians, e 2016, quando já estava na equipe carioca, foram 18. “Me sinto muito bem e quero continuar ajudando o time”, disse o matador, logo após seu primeiro hat-trick com a camisa rubro-negra, no meio da semana, diante da Chapecoense.

Para o meia, a situação não é muito diferente. Já são nove gols no ano, somente cinco a menos na comparação com a sua melhor performance atuando no Brasil. Com relação à sua passagem pela Europa, será difícil superar os 21 de 2008/2009. No entanto, ele já está para lá de satisfeito. “Quando os gols saem, trazem um brilho ainda maior”, definiu. Quem vibra com isso, claro, é a torcida flamenguista.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© PRORROGAÇÃO 2017 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS