PUBLICIDADE

Com dois gols de Roger, Botafogo faz 3 a 1 no Vasco

Botafogo Vasco

O Botafogo não deu chance ao Vasco e venceu por 3 a 1 o clássico carioca válido pela nona rodada do Campeonato Brasileiro, nesta quarta-feira (21), no estádio do Engenhão, no Rio. O resultado elevou o clube de General Severiano à quinta colocação, com 15 pontos. O time de São Januário caiu para o nono lugar, com 12 pontos.

O Botafogo começou pressionando o Vasco e abriu o marcador logo aos 4 minutos. Bruno Silva avançou livre pela direita e cruzou sob medida para Roger. Rodeado por dois vascaínos, mas sem marcação, o atacante subiu e cabeceou sem chance para o goleiro uruguaio Martín Silva, que não havia saído do gol.

Três minutos depois, mais pressão do Botafogo. O lateral Arnaldo foi ao ataque pela direita e cruzou rasteiro. A zaga cortou, mas o próprio jogador botafoguense ficou com a sobra e bateu cruzado A defesa vascaína cortou de novo. Aos 15, Bruno Silva roubou a bola de Nenê na entrada da área e tocou para Rodrigo Lindoso, que passou a Matheus Fernandes. Livre, o volante bateu por cima do travessão.

A partir dos 20 minutos, o Botafogo foi diminuindo o ritmo, passou a apostar em contra-ataques e o Vasco equilibrou o jogo. Teve boa chance aos 29, em uma cobrança de falta de Mateus Vital, e aos 30, quando Paulão acertou um voleio e exigiu boa defesa do goleiro paraguaio Gatito Fernández.

Aos 46 minutos, o Vasco quase empatou. Nenê passou por Arnaldo e cruzou na cabeça de Luis Fabiano. Livre de marcação, o centroavante cabeceou para fora.

No lance seguinte, o vascaíno Paulão saltou para disputar uma bola com o botafoguense João Paulo, que sofreu falta. João Paulo rolou a bola para o lateral-esquerdo Victor Luis, que emendou um chute à esquerda de Martín Silva: 2 a 0. Estava encerrado o primeiro tempo. Ao sair de campo, Luis Fabiano reclamou da arbitragem – para ele não houve falta de Paulão em João Paulo.

O segundo tempo começou equilibrado e os times alternaram chances de gol. Aos 8 minutos, o Vasco quase diminuiu. Luis Fabiano lançou para Gilberto na entrada da área e o lateral-direito arriscou um voleio. Gatito Fernández só olhou e a bola explodiu no travessão.

Muito mais eficiente, o Botafogo ampliou aos 15 minutos. João Paulo lançou Bruno Silva na área, mas o zagueiro Breno cortou de cabeça. Só que a bola sobrou aos pés de Roger, que emendou de direita para o gol.

O Vasco conseguiu fazer o seu gol de honra aos 38 minutos. Luis Fabiano recebeu de Nenê dentro da área e, com o corpo, ganhou a disputa pela bola, deixando Igor Rabello no chão. O árbitro mandou seguir e o centroavante passou para Caio Monteiro, que estava dentro da pequena área e não teve trabalho para marcar. Os botafoguenses reclamaram que houve falta não marcada em Igor Rabello.

Pela 10ª rodada, o Vasco terá pela frente o Atlético Goianiense, no estádio de São Januário, no Rio, às 11 horas deste domingo (25). Já o Botafogo entra em campo de novo na segunda-feira (21), às 20 horas, contra o Avaí, novamente no estádio do Engenhão.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© PRORROGAÇÃO 2017 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS