PUBLICIDADE

Ábila dá razão ao Huracán-ARG por cobrança ao Cruzeiro: ‘Solução é pagar’

Cruzeiro

O desentendimento entre Cruzeiro e Huracán-ARG não vem agradando Ramón Ábila. Em entrevista ao site GloboEsporte.com, o argentino comentou sobre a situação e admitiu que se sente incomodado por ser o pivô do imbróglio. Sincero, o atacante ressaltou que espera que os clubes se entendam e que a Raposa quite a dívida referente a sua compra com o clube argentino.

“A única solução é pagar. É a única solução que o Cruzeiro tem. Tem que fazer isso. Pagar para o cara que está cobrando, com justa razão. Tem que pagar. Incomoda um pouco porque você está no meio, né? Eles querem que eu volte para lá, o Cruzeiro quer que fique. Tem que tratar de conversar e se entender para que todos fiquemos contentes e tranquilos”, disse.

Nesta segunda-feira (19), o Cruzeiro foi intimado pela Fifa a pagar R$ 4,8 milhões, valor restante da negociação que custou R$ 13 milhões por 50% dos direitos do jogador. O montante deveria ter sido depositado pela equipe brasileira em dezembro de 2016, mas até agora não aconteceu.

O Cruzeiro terá mais 30 dias para pagar o restante da dívida. Caso não ocorra o depósito dentro deste período, o clube de Belo Horizonte pode ser punido pela Fifa. Entretanto, de acordo com o advogado do clube, Breno Tanure, a Raposa prepara o recurso e recorrerá à intimação.

No contrato, Cruzeiro e Huracán-ARG assinaram que, além dos 50% dos direitos econômicos adquiridos em 2016, a Raposa terá que comprar os outros 50% até o final desta temporada, no valor de US$ 4 milhões (R$ 12,6 milhões). O descumprimento do negócio pode resultar até na devolução do atacante ao clube argentino.

 

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© PRORROGAÇÃO 2017 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS