PUBLICIDADE

Mirassol comemora parceria com São Paulo por L.Araújo, mesmo diminuindo percentual

São Paulo

 

O Mirassol, parceiro do São Paulo nos direitos econômicos de Luiz Araújo, se posicionou sobre sua participação na venda do atacante para o Lille da França. O clube do interior tinha 30%, mas abriu mão de um percentual, para facilitar o fechamento do negócio. Segundo o São Paulo, Luiz Araújo saiu por R$ 38 milhões. Em entrevista exclusiva ao blog, o presidente do Mirassol, Edson Ermegildo, revelou todos os detalhes da negociação.

”Fechamos um acordo comercial com o São Paulo, independentemente do percentual, de 2 milhões de euros (R$ 7,4 mi) na negociação. Pelo contrato, nós teríamos 30%, mas para facilitar a transação, nós resolvemos diminuir o nosso percentual. Estou completando 23 anos como presidente do Mirassol e esta negociação foi a mais substancial da história do clube e nos possibilitará construir um CT para as categorias de base e até para o profissional, por que não? Vai sanear nossa situação financeira”, afirmou.

Edson ainda defendeu a parceria com o tricolor para o futuro. ”Os valores serão pagos em duas parcelas: 60% agora e 40% em julho de 2018. Foi uma conversa amistosa e amigável com o São Paulo e esperamos fazer outras negociações deste tipo. De nossa parte, ainda temos um contrato antigo com o ex-jogador Edmilson, onde nós temos que repassar 20% da nossa parte a ele (400 mil euros). É um contrato antigo, onde na época se podia compartilhar direitos econômicos de atletas de futebol. Edmílson trouxe o Luiz Araújo para o Mirassol. Depois, Luiz Araújo foi transferido ao São Paulo por R$ 700 mil em duas parcelas, em 2013”, revelou.

O dirigente também garantiu que o Mirassol só foi comunicado pela diretoria são-paulina, no término das conversas com os franceses. ”O valor bruto da negociação foi de 10 milhões de euros (R$ 36,8 mi), mas você tem as comissões dos intermediários brasileiros e estrangeiros. Não pudemos acompanhar a negociação porque os direitos federativos pertencem ao São Paulo. Fizemos um acordo comercial. O quanto o São Paulo lucrará, não temos essa informação”, concluiu.

Mirassol e São Paulo também têm parceria no goleiro Dênis, das categorias de base tricolor.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© PRORROGAÇÃO 2017 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS