PUBLICIDADE

Em posições delicadas na tabela, Galo e Furacão se enfrentam para se afastar do rebaixamento

Atlético Mineiro Atlético Paranaense

Nesta quarta-feira (14), Atlético-PR e Atlético-MG se enfrentam em uma partida válida pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Porém, os dois times possuem uma semelhança entre si: desespero no Brasileirão e oitavas de final da Libertadores.

Com o calendário muito apertado, ambos os times vêm sofrendo no Brasileirão, o Atlético do Paraná ainda não venceu e amarga a última colocação do campeonato, e o Mineiro venceu apenas uma e se contenta com a décima sexta posição.

O técnico do Furacão analisou a competição. Para o treinador, o único ponto fora da curva é o Grêmio, que disputa a Libertadores e segue forte no Brasileiro. Já os outros times, como Palmeiras, Santos, Galo e Furacão, estão firmes e fortes na Libertadores, porém, estão com dificuldades para deslanchar no Brasileirão.

“O calendário é muito meritório para o grupo. Como o professor falou, nós começamos a disputar as competições sem fazer uma pré-temporada por que a gente teve a pré-Libertadores. Mas não é uma desculpa, a gente está num momento incomodo pela situação da tabela, mas acreditamos e temos confiança de que tem tudo para sair dessa situação”, ponderou Lucho González, apurado pelo Uol Esporte.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© PRORROGAÇÃO 2017 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS