PUBLICIDADE

Cuca fecha primeiro mês em meio a transição no Palmeiras

Palmeiras

Embora pareça mais tempo, só faz um mês que o técnico Cuca retornou ao Palmeiras. E ao analisar o desempenho do time, fica claro que o elenco está se readaptando ao trabalho do treinador, que ainda tenta implementar novamente suas ideias e preferências.

A principal mudança em relação a Eduardo Baptista é a obsessão por uma mobilidade maior da equipe. Seja no meio-campo ou no ataque – e até mesmo na defesa, na verdade – Cuca vem pedindo que seus jogadores se movimentem com mas intensidade. A troca de posições e funções foi uma marca do time no ano passado e está tentando ser resgatada pelo comandante alviverde.

Isso ajuda a explicar o fato de nomes como Felipe Melo e Miguel Borja terem sido barrados em alguns jogos recentes. A dupla, acostumada a atuar de forma mais estática, perdeu espaço para atletas mais movediços, como Jean e Willian Bigode.

O retorno de Cuca também contribuiu para que o Verdão voltasse a adotar uma postura mais agressiva no mercado. A diretoria agora está em busca de um meio-campista e outro atacante – nas duas posições, a capacidade de movimentação e polivalência são consideradas essenciais.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© PRORROGAÇÃO 2017 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS