PUBLICIDADE

Técnico Marcelo Cabo deixa o Atlético-GO

Atlético Goianiense

Marcelo Cabo conquistou o maior título da história do Atlético-GO, a Série B de 2016 (foto: divulgação/Atlético-GO)

 

O péssimo início de campanha no Campeonato Brasileiro, com quatro jogos e quatro derrotas, custou o emprego do técnico Marcelo Cabo. O profissional se desligou do Atlético-GO após o tropeço da noite desta segunda-feira, por 3 a 0 para o Bahia, na Arena Fonte Nova.

No clube goiano desde maio de 2016, Cabo era o treinador da Série A há mais tempo empregado, já que Dorival Júnior deixou o Santos depois da derrota de sábado para o Corinthians. Ele resistiu até a um polêmico sumiço no início do ano, mas não aos problemas enfrentados na primeira divisão.

“Apontar erros é complicado. A gente tem que colocar a mão a consciência e se doar mais”, comentou o lateral esquerdo Bruno Pacheco, ao SporTV, ao final do jogo contra o Bahia. “É inaceitável correr, correr, correr e fazerem gols facilmente na gente”, irritou-se.

Com 60 jogos no comando do Atlético-GO, Marcelo Cabo computou 28 vitórias, 16 empates e 16 derrotas, levando para o seu currículo o título da Série B do ano passado. Se um substituto não for anunciado nos próximos dias, o time goiano deverá ser comandado pelo auxiliar João Paulo Sanches contra a Ponte Preta, na quinta-feira, em casa.

“O Atlético deseja ao treinador uma ótima jornada dentro do futebol. O Dragão vai em busca da reação no Campeonato Brasileiro da Série A”, despediu-se o agora ex-clube de Marcelo Cabo, em comunicado.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© PRORROGAÇÃO 2017 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS