PUBLICIDADE

​Mano admite superioridade da Chape, assume culpa e concorda com vaias

Cruzeiro

Derrota merecida. É o que falou o técnico Mano Menezes na entrevista coletiva deste domingo (04), após o tropeço do Cruzeiro para a Chapecoense, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. O treinador admitiu que a equipe catarinense mereceu sair do Mineirão com os três pontos e assumiu a responsabilidade por mais uma atuação ruim da equipe celeste.

“Penso que o Cruzeiro perdeu porque a Chapecoense jogou melhor. Definiu no setor de meio de campo, com superioridade desde o início do primeiro tempo. A gente abriu mão de um volante, mas não funcionou a nossa escolha. Quando vários jogadores não vão bem individualmente, o culpado é o treinador pelas escolhas que fez. Se olhar do outro lado, a maioria foi bem. Eles fecharam bem os lados, nós tivemos muita dificuldade pela zona central do campo”, avaliou.

Com o revés de 2 a 0, o Cruzeiro perdeu a invencibilidade e desperdiçou a chance de assumir a liderança do Campeonato Brasileiro. Com sete pontos, a equipe azul e branca termina a rodada apenas na oitava colocação. A chance de dormir na primeira colocação foi lamentada por Mano Menezes após o jogo.

“A gente fica chateado com a oportunidade que desperdiçamos, mas terminamos o jogo muito consciente que não merecemos outro resultado diferente que o jogo apresentou no final”.

Sobre as vaias, Mano Menezes manteve a tranquilidade. O treinador entende a frustração dos cruzeirenses que atenderam a convocação da diretoria ao longo da semana e foram ao Mineirão.

“Todas as vaias que recebemos foram justas, não temos o que reclamar do torcedor do Cruzeiro. Pedimos que ele viesse, o time não respondeu as expectativas. É justo. É o mesmo torcedor que nos aplaude quando a gente vence”, encerrou.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© PRORROGAÇÃO 2017 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS