PUBLICIDADE

Guto elogia Bahia, e atribui derrota à atuação de Gatito

Bahia

‘No futebol não existe justiça. Existe quem faz e não faz’, disse Guto Ferreira (Jorge Rodrigues/Eleven)

 

O conformismo marcou o tom de Guto Ferreira após a derrota por 1 a 0 do Bahia para o Botafogo. Em entrevista coletiva após o confronto na noite deste domingo, o treinador valorizou o desempenho da equipe baiana, e apontou o que pesou para não ter um bom resultado:

– O Botafogo conseguiu marcar um gol, e nós lutamos muito, mas não conseguimos. Incompetência do Bahia, e competência do Gatito (Fernández), da zaga do Botafogo. Só que fizemos uma boa partida.

O treinador apontou que o Bahia evoluiu especialmente na etapa final:

– No segundo tempo, voltamos com outra postura. Tivemos mais volume de jogo, mas o jogo foi decidido por uma bola. No futebol não existe justiça, existe quem faz e quem não faz.
Guto Ferreira reconheceu que a partida deste domingo era complicada. Aos seus olhos, o Bahia ainda se adapta na volta à elite:

– Jogamos contra uma equipe “de Libertadores”, de igual para igual. Os caras (o Botafogo) tiveram o Campeonato Carioca, com muitos clássicos, a Copa do Brasil. Nós ainda estamos nos adaptando, voltando de uma Série B. Nós perdemos nosso segundo jogo fora, o primeiro por opção minha de lançar reservas, e esse de hoje (domingo) era muito difícil.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© PRORROGAÇÃO 2017 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS