PUBLICIDADE

Após derrota no estadual, Fluminense busca vaga diante o Liverpool

Fluminense

Abel Braga tem missão de levar o Flu para a próxima fase da competição internacional (FOTO: NELSON PEREZ/FLUMINENSE F.C.)

 

Após perder o título do Campeonato Carioca para o Flamengo, o Fluminense junta os cacos para encarar o Liverpool nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Estádio Centenário, em Montevidéu, no Uruguai, em duelo válido pela rodada de volta da primeira fase da Copa Sul-Americana. Na partida de ida o Tricolor ganhou por 2 a 0 e agora tem a vantagem de poder até mesmo perder por um gol de diferença que vai avançar.

Como os tentos anotados como visitante valem para critério de desempate, o Fluminense vai avançar mesmo que perca por dois gols de diferença, caso consiga balançar as redes rivais. Ao Liverpool resta fazer 2 a 0 e forçar a disputa de pênaltis, ou golear por três ou mais gols de vantagem para se classificar. O jogo, apesar disso, é tratado como de alto risco pelo técnico do Tricolor Abel Braga.

Na visão do treinador do Fluminense, o Liverpool vai dar muito trabalho e o nível de cobrança é muito grande após a perda do Estadual.

“É um jogo muito complicado porque estamos vindo da perda de um título, de um desgaste muito grande e isso preocupa. O Liverpool não é um time de ponta, mas é uruguaio, tem brio e luta muito. Vai causar muitos problemas. Se perdermos vamos comprometer a sequência da temporada. Portanto, vejo como um jogo de risco e vamos precisar jogar muito para nos classificarmos”, disse Abel.

Enquanto isso, para os jogadores do Fluminense, o Liverpool vai precisar sair em busca de gols e isso pode beneficiar o Fluminense.

“Temos um estilo de jogo que é beneficiado pelo contra-ataque e por isso mesmo podemos nos aproveitar de uma postura mais ofensiva do Liverpool, que vai ter que buscar o jogo porque está perdendo por dois gols de diferença. Isso, porém, não significa que a gente vai ficar apenas na defesa. Vamos precisar afastar qualquer possibilidade de o Liverpool nos acuar e para isso teremos que ser agressivos nos contra-ataques”, disse o zagueiro Henrique.

Em termos de escalação, Abel Braga disse que só vai poder confirmar o time minutos antes do confronto. Ele vai levar em consideração o aspecto físico, mas não pretende poupar muitos atletas.

Pelo lado do Liverpool, o técnico Alejandro Bertoldi ainda não conseguiu recolocar nos trilhos um time que é apenas o 14º colocado no Campeonato Uruguaio e vem de empate sem gols com o Danubio. Mas ele se mostra confiante.

“Temos que atacar o Fluminense, pressioná-lo, mas com responsabilidade e com eficiência, sem deixarmos espaços para a velocidade letal deste time, que tem atletas muito habilidosos”, afirmou o treinador do Liverpool.

O time uruguaio tem problemas. O volante Christian Latorre, com estiramento muscular na coxa direita, fica de fora. Gonzalo Freitas, que seria o substituto, cumpre suspensão por ter sido expulso no Brasil. Assim, Gustavo Aprile vai assumir o posto.

Ainda não é possível definir quem o classificado deste encontro vai enfrentar na próxima fase, pois a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) decidiu adotar o sistema de sorteio para definir os confrontos.

FICHA TÉCNICA
LIVERPOOL-URU X FLUMINENSE-BRA

Local: Estádio Centenário, em Montevidéu (Uruguai)
Data: 10 de maio de 2017 (Quarta-feira)
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Juan Soto (Venezuela)
Assistentes: Luis Sánchez (Venezuela) e Tulio Moreno (Venezuela)

LIVERPOOL: Guillermo De Amores, Andrés Rodales, Facundo Mallo, Federico Platero e Christian Almeida; Martín Díaz, Gustavo Aprile, Federico Martínez, Maximiliano Cantera e Gustavo Viera; Nicolás Royon
Técnico: Alejandro Bertoldi
FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Lucas, Henrique, Renato Chaves e Leo; Jefferson Orejuela, Wendel e Junior Sonorza; Wellington Silva, Richarlison e Henrique Dourado
Técnico: Abel Braga

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© PRORROGAÇÃO 2017 | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS